O Núcleo

Oncologia

O papel da Oncologia na orientação do condidato à cirugia bariátrica
Segundo os dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), a obesidade é hoje o principal fator de risco para o aparecimento do câncer, já superando o tabagismo. Essa inversão ocorreu porque há um aumento crescente nos casos de obesidade e uma redução do tabagismo de maneira global. Historicamente o câncer tem uma ligação com hereditariedade, no entanto, apenas 10% dos casos de câncer são realmente de causa hereditária. Os outros 90% são esporádicos. Alguns fatores de risco são modificáveis (obesidade como já mecionado, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo, uso de reposição hormonal) outros não podem ser modificados (sexo, idade da primeira mesntruação, idade da
menopausa).

Estudos atuais confirmam que a obesidade está diretamente relacionada como causa de 22 diferentes tipos de câncer. Entre os que apresentam uma relação mais próxima estão os de esôfago, estômago e corpo do útero.

Considerando essa relação, a oncologia irá fazer uma orientação ao paciente bariátrico quanto aos exames necessários para fazer um rastreamento adequado para o câncer, além de orientações de estilo de vida que possam impactar no risco da doença.

A ideia é agregar um cuidado ainda mais completo ao paciente que irá se submeter à cirurgia.

Copyright 2017. Todos os direitos reservados.