O Núcleo

Educação Física

O papel do exercício físico tem sido fortemente referido por auxiliar na perda de peso e preservação ou ganho de tecido muscular, além dos mecanismos envolvidos no maior controle da hipertensão, diabetes mellitus, aumento do colesterol e apneia obstrutiva do sono. Sabemos que normalmente a característica deste tipo de atividade é de difícil manejo, pois a maneira como tende ser realizada fica inviável quando se trata de obesidade.

Sendo assim, a função do Profissional de Educação Física será auxiliar na prescrição e progressão do programa de exercícios físicos com o intuito de monitorar as alterações metabólicas, cardiopulmonares e da composição corporal, assim como, das alterações na capacidade funcional que tenderão a melhorar em resposta a cirurgia bariátrica.

Indicação no pré operatório:
Atividades de baixo impacto de preferência na água, onde não temos ação da gravidade nas articulações facilitando o bom desempenho dos exercícios e o controle do próprio corpo. Deve-se iniciar com uma boa avaliação física, clínica e intensidade leve a moderada.

Indicação no pós-cirurgia Bariátrica:
É de fundamental importância para os pacientes que passam por uma cirurgia bariátrica o encaminhamento à prática de atividades físicas, logo que estejam liberados pela equipe médica responsável. Esse prazo é de aproximadamente 30 dias após a cirurgia. O paciente irá realizar uma avaliação física completa, incluindo uma consultoria quanto ao tipo de atividade física mais indicada, bem como quanto à intensidade, volume e freqüência da mesma, esse é o ponto de partida antes de iniciar o seu programa de exercícios personalizados, respeitando as suas limitações e prioridades.

Entre as atividades mais indicadas estão:

  1. hidroginástica, (principalmente nos primeiros 30 dias de liberação médica);
  2. musculação (60 dias do pós operatório e fundamental para a manutenção da massa muscular e posterior ganho) e;
  3. atividade aeróbia (indispensável para melhoria do sistema cardiopulmonar).

Recomendações Finais:

  1. Evitar nos primeiros meses exercícios que tenham elevada compressão sobre o abdômen: abdominais em geral.
  2. Indivíduos que possuem lesões ou dores articulares agudas, devem buscar os exercícios feitos na água (hidroginástica ou natação), principalmente enquanto a perda de peso está em estágio inicial.
  3. Exercitar-se com roupas leves que permitam ventilação e sudorese e calçados apropriados.
  4. Jamais realizar exercícios em jejum ou após longos períodos (+4 horas) sem alimentar-se.
  5. A hidratação é bem vinda e necessária, inclusive durante a sessão de treinamento.
  6. Respeitem seus limites individuais e tenham consciência que as melhoras para a saúde e de rendimento são gradativas e tem seu tempo para maturação.
  7. Deixem no passado todas as experiências negativas relacionadas á realização de atividades/exercícios físicos. A maioria absoluta dessas experiências estava relacionada ao excesso de peso.

Atenção:
Recomendamos o retorno para a consulta
com os Profissionais de Educação Física
até o 6 mês do pós operatório para
reavaliação e renovação do programa
de exercícios físicos.

Copyright 2017. Todos os direitos reservados.